This content is not available in your region

Nave abastece futura estação espacial da China

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Nave abastece futura estação espacial da China
Direitos de autor  from Euronews video   -  

Missão cumprida. A China desenvolveu com sucesso mais uma operação com vista a tornar operacional a sua própria estação espacial.

A nave de transporte de carga Tianzhou-2 (em chinês, nave celestial) acoplou-se com sucesso ao modulo principal da estação espacial Tianhe (ou Harmonia dos Céus) e de forma automatizada abasteceu a estrutura com víveres, equipamento e combustível, a fim de tornar possível a primeira estadia de uma equipa de três astronautas no próximo mês.

Com a nave a ser colocada em órbita por um foguetão Longa Marcha-7 Y3, o processo levou aproximadamente oito horas, anunciou a autoridade espacial chinesa, a CMSA, citada pela agência Xinhua.

O estação espacial de três módulos rivaliza com a Estação Espacial Internacional, liderada pelos Estados Unidos, e na qual a china está impedida de participar por receios de espionagem por parte de Washington há 10 anos.