Última hora
Malásia: A marcha contra Razak

Centenas de manifestantes marcham no centro de Kuala Lumpur, a capital da Malásia para pedir a detenção de um membro do Governo que terá recebido mais de 650 milhões de euros de forma ilegal, segundo os Estados Unidos. Uma fonte próxima da investigação disse à agência Reuters que o oficial seria, na realidade, o primeiro-ministro Najib Razak, que já rejeitou todas as acusações.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.