Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

O Oriente como fonte de inspiração

O Oriente como fonte de inspiração
Tamanho do texto Aa Aa

O Oriente, Próximo ou Longínquo, sempre foi uma fonte de inspiração para os grandes nomes da pintura europeia.

O museu Marmottan Monet, em Paris, exibe atualmente uma exposição que reúne 60 obras primas influenciadas pelo Oriente, de nomes como Paul Klee, Delacroix ou Kandinsky.

A historiadora de arte Emmanuelle Amiot-Saulnier explica que, para o pintor russo, "foi a paisagem e a luz que marcaram verdadeiramente toda a sua vida e carreira. Dirá que teve uma revelação de luz - daí o nome 'O Oriente dos Pintores - do Sonho à Luz' -, que dará aquilo que ele definirá como uma religião de cor".

A exposição "O Oriente dos Pintores - do Sonho à Luz" pode ser visitada na capital francesa até ao dia 21 de julho.