A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

O Oriente como fonte de inspiração

O Oriente como fonte de inspiração
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Oriente, Próximo ou Longínquo, sempre foi uma fonte de inspiração para os grandes nomes da pintura europeia.

O museu Marmottan Monet, em Paris, exibe atualmente uma exposição que reúne 60 obras primas influenciadas pelo Oriente, de nomes como Paul Klee, Delacroix ou Kandinsky.

A historiadora de arte Emmanuelle Amiot-Saulnier explica que, para o pintor russo, "foi a paisagem e a luz que marcaram verdadeiramente toda a sua vida e carreira. Dirá que teve uma revelação de luz - daí o nome 'O Oriente dos Pintores - do Sonho à Luz' -, que dará aquilo que ele definirá como uma religião de cor".

A exposição "O Oriente dos Pintores - do Sonho à Luz" pode ser visitada na capital francesa até ao dia 21 de julho.