Última hora
This content is not available in your region

Pandemia promove setor digital em Angola

euronews_icons_loading
Pandemia promove setor digital em Angola
Direitos de autor 
Tamanho do texto Aa Aa

O Business Angola foi descobrir a forma como a pandemia está a impulsionar o setor digital no país e a beneficiar o arranque e o crescimento neste contexto de "nova normalidade".

Appy Saúde

A Appy Saúde é conhecida pela inovação nos serviços de marcação de consultas online, encomenda e reserva de produtos farmacêuticos e adesões a planos de saúde.

A startup revolucionou a relação entre os doentes e o setor da saúde em Angola.

Pedro Beirão, diretor-geral do projeto, explica as mais-valias da plataforma numa altura em que o país luta para travar a pandemia.

Euronews
Pedro BeirãoEuronews

"Tem tudo a ver com a atual situação da covid-19. Não só em Angola, mas em todo o mundo, havia muitos stocks em farmácias diferentes. As pessoas corriam entre vários locais para conseguir ajuda. Agora, em Angola, com a nossa solução, estamos preparados porque toda a informação está online. As pessoas não precisam de ir a farmácias diferentes para encontrar uma máscara, ou álcool".

A empresa trabalha com farmácias, médicos e companhias de seguros. Neste momento, estuda a possibilidade de ligar pessoas a médicos e clínicas na internet.

Roque Online

Nos mercados de Luanda, cada vez mais pequenos vendedores estão a utilizar a plataforma digital Roque Online para comprarem e receberem as suas frutas e vegetais. O serviço existe há vários anos, mas tem crescido durante a pandemia.

Geraldine Geraldo, co-fundadora da startup, destaca o crescimento dos últimos meses.

Euronews
Geraldine GeraldoEuronews

"Em 2019, o foco era ligar os mercados informais aos seus consumidores. Em 2020, a pandemia acelerou o nosso crescimento e a ativação dos outros segmentos. Estamos a trabalhar também com os fornecedores dos mercados, o que significa que temos mais vendedores de mercados informais a utilizar a nossa aplicação. Através dela podem ligar-se aos seus fornecedores e armazenar o inventário".

O Roque Online funciona em Luanda e em outras cidades do país. Por isso, a empresa criou novos serviços, por exemplo através de parcerias com os dois principais bancos comerciais de Angola.

Os riscos são muito elevados. Em Angola, como em muitos outros países africanos, o setor informal é um dos pilares da economia.

Geraldine Geraldo explica que o mercado de consumo angolano vale 40 mil milhões de dólares - o volume de negócios anual - e que o setor informal tem cerca de 30 mil milhões.

O Roque Online é um modelo que poderia ser replicado em todo o mundo. Tal como a plataforma Appy Saúde, que também funciona no Ruanda e que desperta interesse na Suécia.

Pedro Beirão revela a filosofia da empresa: trabalhar com pessoas de todo o mundo para ter um crescimento sustentável e encontrar novos mercados.