euronews_icons_loading
Homem aos gritos perturba audiência do Papa Francisco

Um homem aos gritos denunciando a Igreja perturbou uma audiência do Papa Francisco, na quarta-feira, no Vaticano.

"A Igreja não é como Deus quer", repetiu o homem em inglês, enquanto estava no fundo da sala de audiências segurando a sua máscara na mão e gesticulando.

O homem, que também falou em espanhol e italiano, apareceu perturbado e preocupado enquanto implorava ao papa: "Por favor".

Enquanto era conduzido para fora da sala por dois polícias do Vaticano e uma Guarda Suíça, sem resistir, o homem gritou: "Deus o rejeita, Padre. Não és um rei".

A perturbação chegou perto do fim da audiência geral semanal de Francisco com os fiéis na grande sala Paulo VI.

O papa de 85 anos, que tinha continuado a proferir o seu discurso durante a gritaria, pediu à audiência que rezasse pelo homem.

"Ouvimos, há alguns minutos, uma pessoa que estava a gritar, a repreender, que tinha um problema - não sei se é físico, psíquico ou espiritual, mas é um dos nossos irmãos, em dificuldade", disse o pontífice.

"Gostaria de concluir rezando por ele, o nosso irmão que sofre". Pobre homem, ele está a gritar porque sofre".

"Não sejamos surdos às necessidades deste irmão".