PUBLICIDADE

Segmento publicitário

 Department of Tourism and Commerce Marketing Dubai
"Conteúdo Patrocinado" é utilizado para descrever um conteúdo pago e controlado pelo parceiro financeiro e não pela equipa editorial da Euronews. Este conteúdo é produzido pelos departamentos comerciais e não envolve a equipa editorial ou os jornalistas da Euronews. O parceiro financeiro tem o controlo dos tópicos, do conteúdo e da aprovação final em colaboração com o departamento de produção comercial da Euronews.
Segmento publicitário
"Conteúdo Patrocinado" é utilizado para descrever um conteúdo pago e controlado pelo parceiro financeiro e não pela equipa editorial da Euronews. Este conteúdo é produzido pelos departamentos comerciais e não envolve a equipa editorial ou os jornalistas da Euronews. O parceiro financeiro tem o controlo dos tópicos, do conteúdo e da aprovação final em colaboração com o departamento de produção comercial da Euronews.
Department of Tourism and Commerce Marketing Dubai

Oportunidades da pandemia. Dos dias em casa, nasceram empresas de sucesso no Dubai

Oportunidades da pandemia. Dos dias em casa, nasceram empresas de sucesso no Dubai
Direitos de autor  euronews   -   Credit: Dubai

Há cerca de 18 meses que a covid-19 é responsável por mudar a vida de muitas pessoas e levar à perde de milhões de empregos.

Os salários foram reduzidos, as pessoas, despedidas, e as empresas fecharam, afetando as economias globais. Mas uma nova tendência surgiu: a criação de start-ups

PUBLICIDADE

Em outubro de 2020, 84 mil novas empresas foram registadas em França, um aumento de 20% em relação a 2019, e o mais elevado desde que há registo.

No Dubai, também Melody Mok fez do seu despedimento, no ano passado, uma oportunidade para lançar a sua própria empresa.

"Pensei para comigo, 'o que vou fazer?' E no dia a seguir decidi que podia continuar a chorar, ou pegar em mim e fazer algo positivo com a situação", conta.

Amante de gastronomia, viu na tendência de cozinhar em casa uma oportunidade e criou a sua empresa de condimentos asiáticos frescos à base de piripiri, a "Curious Elephant".

TARGET/EURONEWS
Melody Mok vende no centro comercial os condimentos da sua marcaTARGET/EURONEWS

"Se não tivesse sido despedida, provavelmente ainda estaria a fazer esse trabalho e talvez, sabe, a ser infeliz. Mas pelo menos agora estou realizado. Estou feliz. Sou o mais feliz que já estive na minha carreira", afirma.

PUBLICIDADE

Com muitas pessoas confinadas em casa durante 24 horas por dia, o “faça você mesmo” e a bricolage ganharam popularidade. O mercado foi avaliado em 647 mil milhões de euros em todo o mundo, em 2020. 

Mostafa Elhrizi e a mulher queriam renovar o apartamento arrendado e estavam à procura de soluções acessíveis e temporárias. Descobriram azulejos autocolantes, mas não conseguiam encontrar quem os vendesse no Dubai. Nessa lacuna no mercado viram a sua oportunidade no mundo empresarial e criaram a The Tile Society. 

"Fomos nós próprios que os pusemos e quando muitos dos nossos amigos viram, não acreditaram que não era a sério. Pensámos imediatamente que isto tinha potencial para ser um negócio", revela Mostafa.

TARGET/EURONEWS
Colocação de azulejos autocolantesTARGET/EURONEWS

O que era inicialmente um micronegócio rapidamente se transformou numa empresa muito maior, após terem apostado também na colocação de vinil na remodelação de cozinhas e casas de banho.

Durante a pandemia houve também uma maior procura de roupa confortável, devido ao aumento do número de pessoas que se encontravam em casa. Brittany Sultani fundou no Dubai a marca de vestuário Azuki, como uma alternativa com estilo à fast fashion.

"Olhamos para o nosso armário e ele está simplesmente a transbordar. E eu queria criar algo que fosse sustentável e ético, mas também uma peça que durasse para sempre", diz-nos.

TARGET/DUBAI
Brittany criou roupa com base numa tendência da pandemiaTARGET/DUBAI

A marca de moda Azuki cresceu tanto no último ano que Brittany conseguiu criar um segundo negócio, a L'ustralia.

"Agora, estamos a avançar para nos tornarmos numa plataforma de comércio eletrónico multi-marcas para marcas da Austrália e da Nova Zelândia. Várias marcas vão estar neste site, tal como a Azuki, e também vai apoiar algumas pequenas empresas locais da Nova Zelândia e da Austrália com presença nos Emirados Árabes Unidos".

PUBLICIDADE