This content is not available in your region

O NFT está a revolucionar o mundo da arte. O que é o NFT?

Access to the comments Comentários
De  Evan Bourke  & euronews
euronews_icons_loading
O NFT está a revolucionar o mundo da arte. O que é o NFT?
Direitos de autor  euronews   -   Credit: Dubai

Depois do sucesso das criptomoedas, há um novo valor digital em ascensão, o NFT.

NFT significa token não fungível. Na prática, trata-se de um certificado digital de autenticidade, baseado na tecnologia blockchain. 'Não fungível' significa que o ficheiro possui propriedades únicas e que não é intercambiável.

Recentemente, uma obra de arte digital foi vendida por mais de 10 milhões de euros. Graças ao NFT, os investidores têm a prova da autencidade da obra, o que facilita o comércio baseado na tecnologia blockchain.

O NFT impede as falsificações de obras de arte digitais

“É algo enorme no mundo da arte e resolve um problema de que as pessoas não têm consciência. Nos últimos cem anos tem havido muitas falsificações de pinturas o que é um problema para as galerias e para os coleccionadores. Há muito mais falsificações do que pensamos. O NFT funciona como um certificado de autenticidade. Quando obtém um NFT, há um software que digitaliza o ficheiro. O ficheiro não pode ser falsificado. É totalmente impossível. Se digitalizar dois pedaços de papel branco, os dois papéis são diferentes e este software reconhece a diferença. O NFT é gerado no momento da digitalização. Quando é comprado, o comprado obtém uma validação do ficheiro com base na tecnologia blockchain. É lindo e acaba com muitos problemas", disse à euronews o artista Sacha Jafri.

As vendas de NFT podem ultrapassar os 15,6 mil milhões de euros em 2021

No primeiro semestre de 2020, o comércio de NFT representou 12,1 milhões de euros. Esta nova indústria que combina tecnologia e arte, gerou 9,4 mil milhões de euros no final do terceiro trimestre de 2021. E no final de 2021, as vendas de NFT podem ultrapassar os 15,6 mil milhões de euros. 

"Devido à rastreabilidade total associada aos NFT é possível identificar todos os elementos da cadeia, do criador da obra até ao último proprietário, em cada transacção. O artista decide o montante dos direitos de autor, cinco por cento, dez por cento até cinquenta por cento. Na medida em que é possível conhecer o histórico completo do NFT, cada vez que há uma transferência de propriedade, os artistas recebem algum dinheiro", afirmou Charles Morin, Co-fundador de Jumy..

Há quem compre e venda terrenos e casas digitais

O sucesso das Colecções de arte limitadas como a Cryptopunk, a Bored Ape yacht club e a cool cats são um sinal do impacto da nova tecnologia no setor. "Há várias coisas que estão assumir uma forma digital, virtual. Agora com as NFT, é possível possuir terrenos digitais, edifícios digitais, marcar encontros digitais e jogar com outras pessoas no mundo virtual. É possível mostrar a origem digital de diferentes formas. Po isso, as pessoas começam a considerar, por exemplo, a possibilidade de ter um terreno digital. Ao comprarem um terreno digital poderão vendê-lo rapidamente e comprar um terreno físico e uma casa. Por isso, está a gerar-se uma dinâmica interessante", acrescentou a artista Vesa.