Última hora

Em leitura:

Paris: Cerimónias em homenagem às vítimas nos locias dos atentados


França

Paris: Cerimónias em homenagem às vítimas nos locias dos atentados

Nuvens de balões foram lançadas no céu de Paris este domingo em honra das vítimas dos ataques terroristas do ano passado, que mataram 130 pessoas e feriram mais de 400.

Nos locais onde, no dia 13 de novembro de 2015, se desenrolou a tragédia, foram inauguradas placas comemorativas, a primeira das quais no Estádio de França, em Saint-Denis, onde foi morto o português Manuel Dias, primeira vítima dos atentados.

O chefe de Estado francês, François Hollande, presidiu às cerimónias, acompanhado do primeiro-ministro Manuel Valls e vários membros do governo.

Depois de homenagear as vítimas dos ataques aos bares e restaurantes das 10ª e 11ª freguesias da capital francesa, François Hollande deslocou-se ao Bataclan, a sala de espetáculos onde os terroristas fizeram o maior número de vítimas mortais.

Na cerimónia junto ao Estádio de França, o último discurso foi proferido pelo filho de Manuel Dias, que frisou ser indispensável um trabalho de integração para evitar a estigmatização que leva os jovens à violência.

No concerto de sábado à noite no Bataclan, o primeiro naquela sala de espetáculos depois dos atentados, o músico britânico Sting evocou com um minuto de silêncio a memória das vítimas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Terramoto de 7.4 de magnitude atinge Nova Zelândia