Última hora

Última hora

Shinzo Abe reedita maioria nas legislativas antecipadas

Em leitura:

Shinzo Abe reedita maioria nas legislativas antecipadas

Tamanho do texto Aa Aa

Shinzo Abe está a caminho de tornar-se o primeiro-ministro japonês há mais tempo no cargo depois do seu partido voltar a vencer as legislativas pela terceira vez em cinco anos.

O chefe de governo que tinha precipitado o sufrágio previsto para o próximo ano, em parte devido à situação na Coreia do Norte, deverá obter uma maioria de três terços no parlamento que abriria o caminho a uma reforma da Constituição pacifista do país, através de um referendo.

A coligação entre os Liberais-Democratas e o partido budista Komeito, deverá arrebatar pelo menos 292 dos 465 lugares no parlamento, prosseguindo a política económica de combate à deflação batizada “Abenomics”.

Em terceiro lugar no sufrágio, o partido da Esperança, recentemente criado pela governadora de Tóquio, Yuriko Koike, não conseguirá tornar-se na principal força da oposição com apenas 41 deputados no parlamento.

Com a extinção do Partido Democrático, será o novo Partido Constitucional Democrático do Japão, com 48 deputados, a ocupar o lugar de opositor a Abe depois de se ter apresentado como o principal rival à reforma da Constituição.

As legislativas deste domingo foram marcadas por uma participação de 53,6%, em alta relativamente a 2014, mesmo com o país assolado por um potente tufão.

As chuvas torrenciais e ventos fortes que provocaram pelo menos dois mortos, atrasaram a contagem dos votos em algumas regiões.