Última hora

Última hora

Vulcão Agung coloca Bali em alerta máximo

Proteção civil da Indonésia ordena evacuação de 100 mil pessoas num raio de 8 a 10 quilómetros em torno do vulcão.

Em leitura:

Vulcão Agung coloca Bali em alerta máximo

Tamanho do texto Aa Aa

A erupção do vulcão Agung levou as autoridades da Indonésia a colocar a ilha de Bali em alerta máximo.

A projeção de lava e de fumos tóxicos a mais de três mil metros de altitude obrigou a proteção civil a ordenar a remoção de mais de 100 mil pessoas de um perímetro de segurança de 8 a 10 quilómetros em redor do vulcão.

Trata-se da primeira erupção desde há mais de meio século, quando as explosões se prolongaram por mais de um ano, provocando mais de um milhar de mortos em 1963.

O principal aeroporto de Bali foi encerrado por 24 horas, deixando bloqueados mais de 59 mil passageiros.

Segundo o porta-voz da Proteção Civil da Indonésia, Sutopo Yuwono: "As nossas equipas vão prosseguir as buscas nas aldeias situadas nas zonas de perigo para coordenar e mesmo forçar a evacuação destas áreas. Desde dia 25 que as pessoas mais inquietas já foram removidas para abrigos".

Com o encerramento do aeroporto, os voos estão agora a ser desviados para a ilha de Java e para Singapura.

A ilha de Bali recebe anualmente mais de 5 milhões de turistas estrangeiros.

Desde o retomar da atividade do vulcão, em Setembro, que as autoridades indonésias calculam as perdas para o turismo em mais de 1.200 milhões de euros.