Última hora

Última hora

Principal suspeito de ataque em Manhattan acusado pela Justiça

Em leitura:

Principal suspeito de ataque em Manhattan acusado pela Justiça

Tamanho do texto Aa Aa

O suspeito do ataque falhado de segunda-feira num túnel do metro de Nova Iorque foi acusado de terrorismo e de prestar auxílio a ameaças terroristas, indicou a polícia nova-iorquina.

Akayed Ullah, um homem de 27 anos, originário, do Bangladesh, foi detido na segunda-feira logo após a explosão de um engenho explosivo, qualificado como “amador”, numa passagem subterrânea muito frequentada daquela cidade norte-americana, que liga a zona de Times Square ao terminal rodoviário de Port Authority.

O dispositivo, que o homem transportava junto ao corpo, explodiu parcialmente.

Quatro pessoas ficaram feridas no ataque, incluindo Akayed Ullah, que está hospitalizado com ferimentos e queimaduras nas mãos e na zona do abdómen.

Eletricista e ex-motorista de táxi, Akayed Ullah chegou aos Estados Unidos em 2011.

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, disse na segunda-feira que o homem tinha sido influenciado por grupos jiadistas, nomeadamente pelo autoproclamado Estado Islâmico ou Daesh, e que tinha sido radicalizado através da Internet.

Segundo os media dos Estados Unidos, Akayed Ullah terá afirmado aos investigadores que desejava vingar-se dos ataques realizados pelos Estados Unidos contra os extremistas do Daesh na Síria e em outros locais.