Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Principal suspeito de ataque em Manhattan acusado pela Justiça

Principal suspeito de ataque em Manhattan acusado pela Justiça
Tamanho do texto Aa Aa

O suspeito do ataque falhado de segunda-feira num túnel do metro de Nova Iorque foi acusado de terrorismo e de prestar auxílio a ameaças terroristas, indicou a polícia nova-iorquina.

Akayed Ullah, um homem de 27 anos, originário, do Bangladesh, foi detido na segunda-feira logo após a explosão de um engenho explosivo, qualificado como “amador”, numa passagem subterrânea muito frequentada daquela cidade norte-americana, que liga a zona de Times Square ao terminal rodoviário de Port Authority.

O dispositivo, que o homem transportava junto ao corpo, explodiu parcialmente.

Quatro pessoas ficaram feridas no ataque, incluindo Akayed Ullah, que está hospitalizado com ferimentos e queimaduras nas mãos e na zona do abdómen.

Eletricista e ex-motorista de táxi, Akayed Ullah chegou aos Estados Unidos em 2011.

O governador de Nova Iorque, Andrew Cuomo, disse na segunda-feira que o homem tinha sido influenciado por grupos jiadistas, nomeadamente pelo autoproclamado Estado Islâmico ou Daesh, e que tinha sido radicalizado através da Internet.

Segundo os media dos Estados Unidos, Akayed Ullah terá afirmado aos investigadores que desejava vingar-se dos ataques realizados pelos Estados Unidos contra os extremistas do Daesh na Síria e em outros locais.