EventsEventos
Loader

Find Us

PUBLICIDADE

Bélgica: Impressões digitais de terrorista de Paris encontradas no apartamento de Forest

Bélgica: Impressões digitais de terrorista de Paris encontradas no apartamento de Forest
Direitos de autor 
De  Euronews
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A justiça belga afirma ter encontrado as impressões digitais de um dos susposto autores dos atentados de Paris, no apartamento que foi alvo de uma

PUBLICIDADE

A justiça belga afirma ter encontrado as impressões digitais de um dos susposto autores dos atentados de Paris, no apartamento que foi alvo de uma rusga na terça-feira, em Forest, nos arredores de Bruxelas.

Segundo o procurador belga, as impressões digitais encontradas num copo, e as amostras de ADN, revelam que Saleh Abdeslam, em fuga desde os ataques, poderia ter estado dentro do apartamento.

Os media belgas avançam que Abdeslam poderia ser um dos dois homens em fuga, depois da rusga de terça-feira ter terminado num tiroteio, que vitimou um suspeito.

A televisão pública belga avança igualmente que o homem morto durante a rusga, de nacionalidade argelina, teria participado diretamente na preparação dos atentados de Paris.

A RTBF avança que Mohamed Belkaid seria um cúmplice do suspeito em fuga.

Fusillade à Forest: Mohamed Belkaïd, tué mardi, était le complice de Salah Abdeslam https://t.co/PP1GpBngUq

— RTBF info (@RTBFinfo) March 18, 2016

Abselam é considerado como um dos personagens chave na logística dos atentados que fizeram 130 mortos, em Novembro, na capital francesa.

As impressões digitais do suspeito tinham sido já encontradas durante a rusga de um apartamento no bairro de Schaerbeek em Bruxelas, no dia 10 de Dezembro.

As autoridades belgas afirmam que as buscas para encontrar Abdeslam e os dois outros suspeitos em fuga prosseguem, “de noite e de dia”.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Detido novo suspeito do atentado em Bruxelas

Ministro da Justiça da Bélgica demite-se na sequência do ataque terrorista em Bruxelas

Governo belga confirma morte do terrorista que assassinou dois adeptos suecos