Última hora

Última hora

Merkel diz que UE tem de "trabalhar afincadamente" após Brexit

Merkel diz que UE tem de "trabalhar afincadamente" após Brexit
Tamanho do texto Aa Aa

Os líderes do centro-esquerda da União Europeia, incluindo o português António Costa, debateram o Brexit, em antecipação da cimeira de Bratislava, num almoço de trabalho, esta quinta-feira, em Paris.

Será que somos suficientemente fortes para fazermos o caminho no sentido de uma Europa mais próspera?

O convite do Presidente francês estendeu-se ao primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, como observador.

Do lado do centro-direita, a chanceler alemã vai a meio de uma digressão para analisar as consequências da saída do Reino Unido da União Europeia.

Angela Merkel disse que “temos de nos questionar sobre o que esta situação significa para os restantes 27 membros? Será que somos suficientemente fortes para fazermos o caminho no sentido de uma Europa mais próspera, uma Europa melhor? Penso que poderemos enfrentar com sucesso esta decisão da Grã-Bretanha, mas teremos de trabalhar afincadamente”.

Merkel reiterou que a Grã-Bretanha deve invocar o artigo 50 do Tratado da União Europeia antes que os restantes membros possam fazer propostas. Tal deverá acontecer no início do próximo ano.