Última hora

Última hora

Edvard Munch, um artista para lá de "O Grito"

Edvard Munch, um artista para lá de "O Grito"
Direitos de autor
REUTERS/Peter Nicholls
Tamanho do texto Aa Aa

A maior exposição de trabalhos de Edvard Munch em 45 anos, no Reino Unido, reúne no Museu Britânico de Londres obras que mostram o lado menos conhecido do pintor norueguês.

As técnicas de impressão e os medos internos do autor da famosa pintura expressionista "O Grito" são explorados ao máximo.

"Certamente muitas pessoas conhecem 'O Grito", mas sabem muito pouco acerca do artista, da sociedade e da cultura de onde ele veio, onde trabalhou, as viagens que fez. O fato de se associar intimamente com sociedades cultas e as comunidades de Berlim e Paris, onde aprendeu a fazer estas impressões incríveis", explica Giulia Bartrum, curadora da exposição.

A exposição "Munch: amor e angústia" poderá ser visitada até 21 de julho no Museu Britânico de Londres.