Última hora

Última hora

UE e Japão reforçam parceria

UE e Japão reforçam parceria
Tamanho do texto Aa Aa

Bruxelas acolheu esta quinta-feira a vigésima-sexta cimeira União Europeia - Japão.

Por detrás do estreitar de laços está a política unilateralista do presidente norte-americano.

Representantes japoneses e europeus, incluindo o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, reuniram-se esta quinta-feira em Bruxelas, um testemunho da crescente colaboração entre o bloco europeu e o gigante asiático.

Atrás do estreitar de relações está a política comercial "A América Primeiro" do presidente Donald Trump.

O enorme acordo de comércio União Europeia Japão assinado no ano passado não teria acontecido sem ele.

"Há dois meses a nossa ligação foi aprofundada pela entrada em força do Acordo de Parceria Económica União Europeia - Japão, o maior acordo comercial do mundo. Ao implementá-lo rapidamente estamos a aumentar a prosperidade e a qualidade de vida dos nossos povos", disse o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Ambos os lados comprometeram-se a aumentar a coordenação em várias áreas como a proteção mútua de dados e as políticas ambientais, desde a cooperação em transportes até ao fornecimento de energias sustentáveis.

Numa altura em que o multilateralismo é alvo de ataques constantes, a UE e o Japão emergem como aliados naturais.

"Esta cimeira reflete a parceria estratégica entre o japão e a União Europeia. Partilhamos valores comuns universais incluindo a liberdade, democracia, direitos huamnos e o estado de direito", afirmou Takeshi Osuga, porta-voz do governo japonês.

De recordar que o Japão ocupa atualmente a presidência do G20.