A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Rocketman" em Cannes

"Rocketman" em Cannes
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma história de vida que é um drama, que é um carnaval e que está repleta de momentos plenos de emoção.

"Rocketman", o filme biográfico sobre Elton John, faz uma viagem no tempo para avivar a memória coletiva sobre o passado do cantor.

O filme foi exibido fora da competição oficial em Cannes. No grande ecrã, Elton John é, na verdade, Taron Egerton, o ator que dá vida ao cantor e que surpreendeu tudo e todos num dueto após a estreia.

"Para ser honesto, fiquei impressionado. Fiquei muito comovido. Chorei a primeira vez que vi e chorei muito desta vez. Há alguns momentos muito sombrios no filme e o público pode sentir, mas a música afasta a escuridão. Taron Egerton teve não só de dar vida à minha vida como teve de cantar e isso é qualquer coisa. Quando olho para ele a cantar e a atuar não estou a ver o Taron Egerton. Estou a ver-me a mim mesmo. É isso que me comove. Sou eu ali", lembra Elton John.

Realizado por Dexter Fletcher e com produção executiva do próprio cantor, "Rocketman" chega às salas de cinema portuguesas no final deste mês.