A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Inspirado no Oriente"

"Inspirado no Oriente"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma nova exposição no Museu Britânico, em Londres, traça a história das interações culturais e artísticas entre o Oriente e o Ocidente.

A mostra "Inspirado pelo Oriente" explora o impacto que o mundo islâmico teve na arte ocidental, a partir do século XV, com influências que ainda hoje se fazem sentir.

Segundo a curadora Julia Tugwell, "este é sempre um tema muito relevante nas relações Oriente-Ocidente e esperamos que ao mostrá-lo como um movimento artístico mais amplo, possamos inspirar o diálogo. Neste momento, há um interesse crescente pelo tema e talvez seja uma forma de olhar para trás, a partir do Médio Oriente, para sua própria herança, mesmo que seja através dos olhos dos ocidentais. É uma forma interessante e um ângulo de documentação da sua cultura".

A exposição inclui objetos de todo o mundo e obras de quatro artistas contemporâneas do Médio Oriente e do Norte de África que questionam e subvertem a ideia de Orientalismo no seu trabalho.

"No contexto ocidental, muitas destas pinturas do século XIX ou Orientalistas estão fora de moda. Por isso, penso que, ao voltar a abordar estas coisas a partir do contexto oriental, estamos a começar a fazer perguntas mais ricas sobre porque é que estas pinturas são tão colecionáveis neste tipo de contexto e também porque é que os artistas contemporâneos estão a revisitar estes temas. Por que é que isso é pertinente, hoje?", questiona a curadora Olivia Threlkeld.

"Inspirado pelo Oriente", de 10 de outubro a 26 de janeiro no Museu Britânico, em Londres.