Última hora

Triciclo todo-o-terreno para quem anda de cadeira de rodas

Triciclo todo-o-terreno para quem anda de cadeira de rodas
Tamanho do texto Aa Aa

O novo triciclo em autosserviço Benur permite às pessoas com mobilidade reduzida percorrerem longas distâncias em todo o tipo de terreno.

O veículo é elétrico e pode ser movido manualmente. A euronews acompanhou Nézha-El-Rafiqui, em Lyon, ao longo da ciclovia Viarhöna que liga a Suíça ao Mediterrâneo. "Temos uma sensação de liberdade e de ser como as outras pessoas, de poder circular em vários sítios, nas ciclovias, passear nos parques. Com este veículo, podemos ir à cidade sem ter de ir de metro ou de autocarro", contou Nézha-El-Rafiqui.

Projeto apoiado pela UE

O projeto no valor de 273 mil euros recebeu 60% do financiamento do fundo Feder da Política de Coesão da União Europeia. A região francesa Auvergne-Rhône-Alpes tem vindo a promover este projeto de mobilidade partilhada. "A Viarhôna é uma grande ciclovia de 800 quilómetros. Quase todo o percurso é em França. Uma parte é na Suíça, até ao glaciar onde nasce o rio Ródano. O Benur permite que o percurso seja acessível a todos. Para que todas as pessoas possam conhecer o património, em todo o território e não apenas na margem do Ródano" , sublinhou Yves Ronot, gestor da ciclovia Viarhôna.

A história do triciclo Benur começou em 2012, quando Joseph Mignozzi, autor da ideia original, teve um acidente de mota. Depois, foram precisos três anos para criar o protótipo. O nome do veículo, Benur, é uma referência às bigas romanas. A euronews falou com um dos sócios do projeto.

"O primeiro protótipo feito pelo Joseph era muito parecido com a carruagem de Ben-Hur que podemos ver no filme. A ideia do nome vem daí. Além disso, Ben Hur era uma pessoa lutadora e nós tentamos incarnar esse espírito o mais possível", explicou o designer Cyril Mézières, um dos sócios do projeto.

Uma nova forma de ver a deficiência

Os triciclos não estão estacionados num local fixo. Graças a uma aplicação para telemóvel, o utilizador geolocaliza o veículo. A euronews acompanhou Virginie Béjot ao longo da ciclovia Viarhôna. O triciclo Benur foi concebido para circular em todo o tipo de terreno.

"O que me agrada muito no triciclo Ben-Hur é o facto de estarmos mais altos e vermos melhor o que se passa à nossa volta, contrariamente à cadeira de rodas. Temos uma maior sensação de segurança, sentimo-nos menos frágeis. As pessoas sentem uma grande curiosidade quando nos vêm mas não percebem logo que estamos numa cadeira de rodas. É um aspeto que me agrada", sublinhou Virginie Béjot.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.