Última hora
This content is not available in your region

Projeto europeu de energia solar promove laços entre Sérvia e Croácia

euronews_icons_loading
Projeto europeu de energia solar promove laços entre Sérvia e Croácia
Tamanho do texto Aa Aa

_Graças a um projeto europeu, duas cidades croatas e uma cidade sérvia trabalham em conjunto num projeto ligado às energias renováveis e à eficiência energética._

A euronews visitou o jardim-de-infância de Belisce, na Croácia, que passou a ser aquecido graças a painéis solares instalados no âmbito do projeto europeu R-Sol-E. "Faz agora um ano que começámos a usar estes painéis. Em janeiro, começámos a registar o consumo de eletricidade e de água. As faturas mostram que fizemos poupanças em eletricidade, gás e água", contou Zdenko Glasovac, diretor do estabelecimento público.

As novas infraestruturas instaladas em duas localidades croatas, Belisce e Goriani, produzem duzentos mil quilowatts de energia por ano. A cidade de Novi Sad, na Sérvia, participa no mesmo projeto. Uma das ambições da iniciativa europeia é criar pontes entre dois países outrora desavindos. No âmbito do projeto, as três cidades partilham dados sobre o consumo de energia.

Uma ponte entre os dois lados do Danúbio

"Tanto no campo das energias renováveis como no da proteção ambiental ou do turismo, existem pontos em comum entre os dois países. Este tipo de programa de cooperação transfronteiriça permite-nos encontrar temas em comum e estabelecer pontes, para não regressarmos ao passado, mas olharmos para o futuro", subinhou Ljerka Vuckovic, gestora do projeto na Croácia.

O projeto custou cerca de um milhão de euros, a maioria do financiamento provém da Política de Coesão da União Europeia. As três cidades realizam poupanças de 30 mil euros por ano. Devido aos ganhos ao nível da eficiência, a redução do consumo ronda os 60%.

Redução do consumo e aumento da eficiência

Na cidade sérvia, o projeto europeu permitiu mapear o sistema de iluminação público e torná-lo mais eficiente. A redução do consumo de eletricidade ronda os 80%. "A cidade de Novi Sad instalou cem postos de iluminação eficientes em várias partes da cidade e nos arredores, em sítios onde não havia possibilidade de fazer chegar a luz da rede elétrica", explicou Zorica Ninic Stupar, gestor do projeto europeu na Sérvia. O sistema inspira-se em projetos implementados noutras cidades europeias, como Graz, na Áustria. À noite, as luzes acendem-se automaticamente quando as pessoas se aproximam e apagam-se quando não há movimento.