Última hora
This content is not available in your region

Poupanças crescem e comprometem retoma económica na Europa

euronews_icons_loading
Poupanças crescem e comprometem retoma económica na Europa
Direitos de autor  AP
Tamanho do texto Aa Aa

Os Europeus estão a poupar muito mais e por isso os economistas receiam uma lenta recuperação económica. De acordo com o Banco Central Europeua, as poupanças nos bancos aumentam em quase toda a Europa naquela que é considerada uma reposta de defesa a um futuro incerto provocado pela pandemia.

Os aforradores franceses colocaram de lado 20 mil milhões de euros em Março, muito acima da média mensal de 3,8 mil milhões. Os italianos pouparam quase 17 mil milhões em vez dos cerca de 3.5 mil milhões. Em Espanha houve mais 8 mil milhões de euros em poupanças

Na Previsão Económica da Primavera, a Comissão Europeia fez referência ao fenómeno. No documento podia ler-se que "o consumo privado, que tem sido durante muitos anos o pilar do crescimento económico europeu, deverá contrair 9%. Uma forte queda que estará concentrada no corrente trimestre, já que a falta de oportunidade para gastar resulta em poupanças forçadas (...) Os receios de desemprego e perspetivas de rendimentos deverão continuar depois dos confinamentos".

A única exceção no mapa Europeu é a Alemanha. As poupanças no país caíram a pique, mas será um sinal de que as famílias preferem ter dinheiro em casa durante as crises. Um fenómeno semelhante aconteceu durante a crise de 2008.

O Banco Central da Alemanha registou um aumento de quase 40 mil milhões de euros da circulação de dinheiro na economia entre janeiro e início de maio.