Última hora
This content is not available in your region

Brexit: Transportadores britânicos apreensivos

De  euronews
euronews_icons_loading
Brexit: Transportadores britânicos apreensivos
Direitos de autor  Pawel Kuczynski/AP
Tamanho do texto Aa Aa

Algumas empresas britânicas estão à beira do colapso ao tentarem lidar com os efeitos da pandemia da Covid-19 e com a incerteza relativa a um "Brexit" sem acordo. Terry Goodwin, diretor-geral da empresa de logística Conference Haul, diz que o seu negócio poderia ter sobrevivido a quaisquer danos causados por um Brexit sem acordo, mas conjugado com o novo coronavírus, o futuro é sombrio.

"Ainda não sabemos quais serão as implicações da ausência de um acordo (Brexit). Que documentos precisamos de ter para a alfândega, com cadernetas, não temos ideia".

A situação tem encorajado as empresas a armazenarem, em ambos os lados do Canal da Mancha, particularmente as envolvidas na produção industrial e alimentar.

Inevitavelmente, isso causou longos engarrafamentos na zona em redor do porto de Dover, em Inglaterra.

O gestor de transportes da Conference Haul, John Chaplin, defende que com a existência de um acordo, espera-se que a burocracia diminua, caso o acordo não seja possível, então "só se pode estar preparado até hoje e depois até amanhã e assim por diante, até que o Governo finalmente tome a sua decisão, para que lado vão e o que vai ser necessário para os transportes".

Do outro lado do Canal, em Calais, França recrutou dezenas de funcionários aduaneiros, investiu em infraestruturas e num sistema de "fronteira inteligente".

Os camiões que partem da Grã-Bretanha irão mostrar um código de barras em Dover que a alfândega francesa receberá e utilizará, de imediato, para os colocar no sítio certo, quando chegam.