Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Presidente do Conselho Europeu: Um cargo pouco visível?

Presidente do Conselho Europeu: Um cargo pouco visível?
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pergunta de Florian, estudante em Bruxelas:

“Não será um problema que o presidente do
Conselho Europeu tem pouca visibilidade, comparando com outras figuras, como o Sr. Barroso? Sendo que Herman Van Rompuy deveria ser a pessoa mais visível a nível europeu?”

Resposta de Pascal Delwitt, professor de Ciência Política na Universidade Livre de Bruxelas:

“De facto, a figura de presidente do Conselho Europeu é uma nova função e tem de casar duas coisas: A primeira, e foi para isso que a função foi criada, é tentar animar o Conselho Europeu e ultrapassar a dificuldade da presidência rotativa de seis meses, assegurando assim a continuidade.

A outra é inscrever-se na paisagem institucional da União Europeia e na paisagem dos Estados membros. Ou seja, também não deve ocupar muito espaço relativamente ao presidente da Comissão Europeia, que é neste momento José Manuel Barroso, e em relação aos chefes de Estado e governo, nomeadamente dos principais Estados: Alemanha, França, Espanha, Itália e Grã-Bretanha, que não querem passar para segundo plano na ação que desenvolvem à escala da União Europeia, comparando com pessoas como Barroso ou Van Rompuy.

Herman Van Rompuy representa perfeitamente essa postura. Tem uma ação de fundo muito sensível, tenta assegurar esta continuidade e a coordenação dos chefes de Estado e governo, sem passar por cima da função mediática que estes últimos assumem, nomeadamente na preparação e conclusão dos Conselhos Europeus.