Última hora
This content is not available in your region

O futuro das relações UE-Irão

O futuro das relações UE-Irão
Tamanho do texto Aa Aa

Pergunta de John, de Bristol, Reino Unido:

“Numa altura em que o novo presidente do Irão, Hassan Rohani, se prepara para assumir funções, que perspetivas há sobre a evolução das relações com a comunidade internacional, sobretudo com a Europa?”

Resposta de Pascal Boniface, diretor do Instituto de Relações Internacionais e Estratégicas (IRIS):

As melhorias que são esperadas dizem respeito, precisamente, ao mundo ocidental, uma vez que as relações estavam num ponto de grande tensão, quer com os Estados Unidos, quer com os países europeus. Aliás, a Europa era ainda mais crítica das ações do governo iraniano.

Os eleitores iranianos optaram pela solução menos má. A escolha era limitada porque o Guia Supremo tinha de aprovar os candidatos. Mas, entre os candidatos possíveis, os eleitores votaram naquele que tem mais abertura para as reformas políticas. Parece existir uma vontade – agora, falta saber se é real ou não – de abertura ao Ocidente. Neste momento, cada um tem as suas prioridades. Para o Irão, é o levantamento das sanções internacionais, o fim do embargo e das barreiras comerciais. Para os europeus, é o dossiê nuclear.

Agora, resta-nos desejar que tanto europeus, americanos e iranianos, aproveitem a oportunidade para negociar uma solução, de forma a colocar um ponto final nesta crise.

Se quiser também deixar uma pergunta no U Talk, clique na ligação mais abaixo.