A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Espionagem alemã ao serviço da América

Espionagem alemã ao serviço da América
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A revelação de que o serviço alemão de informações externas, o BND, andou a espiar a Europa por conta da NSA americana causou um grande tumulto na União Europeia. Os investigadores alemães estão em busca de elementos que provem que o BND infringiu a lei ao ajudar os Estados Unidos a espiar governos e companhias europeias, como a Airbus. E há alegações de que se está a tentar encobrir o escândalo. De acordo com os media alemães, alguns registos foram apagados do banco de dados do BND. Como é que este caso pode afetar a grande coligação governamental liderada por Angela Merkel? Para discutir este tema The Network convidou Elmar Brok, presidente da Comissão dos Negócios Estrangeiros e membro da CDU da chanceler Merkel;
Jeppe Kofod, vice-presidente da delegação parlamentar para as relações com os Estados Unidos, membro da bancada dos Socialistas e Democratas; e Klaus Buchner, eleito pelos Verdes alemães e membro da Comissão dos Negócios Estrangeiros e da subcomissão de Segurança e Defesa.