Última hora
This content is not available in your region

Heranças de caráter transfronteiriço

Heranças de caráter transfronteiriço
Tamanho do texto Aa Aa

Esta semana, em UTalk, uma questão colocada por Clara, de Toulouse (França): “Qual é o tribunal com competências para lidar com uma herança transfronteiriça e qual é a lei nacional que se aplica? Será que o novo regulamento da UE sobre a as heranças internacionais esclarece a situação aos cidadãos da UE?

O vice-presidente do Conselho dos Notários da União Europeia, Paolo Pasqualis, responde: “De acordo com o novo regulamento da UE, aplica-se a jurisdição e a legislação nacionais do país de residência habitual da pessoa falecida – é algo novo e que simplifica as coisas. Este regulamento entrou em vigor em todos os Estados membros da UE, à exceção da Irlanda, Reino Unido e Dinamarca. Agora, esses 25 países seguem a mesma regra, para determinar a lei que se aplica à herança. Atualmente, o problema é especificar o conceito de “residência habitual” – já que o novo regulamento da UE não nos dá essa definição.

Para isso, há que considerar todos os aspetos concretos relativos às pessoas falecidas, tais como: o local onde viviam antes e no momento da morte, as ligações a esse local, a vida familiar e as suas relações sociais. Se a “residência habitual” se tornar uma questão importante é possível escolher, com antecedência, qual a lei que será aplicada à herança. Desta forma, as pessoas interessadas podem escolher se a lei aplicável à sua herança deve ser a lei do seu país de origem.

Em caso de dupla nacionalidade, por exemplo, pode ser aplicada qualquer uma das leis – o que funciona como uma alternativa para resolver melhor a questão da herança.”

Se também gostaria de fazer uma questão em UTalk, clique no botão abaixo:

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.