Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

1954, 1958 e 2016: Dior regressa ao Palácio de Blenheim para apresentar coleção Cruise 2017

1954, 1958 e 2016: Dior regressa ao Palácio de Blenheim para apresentar coleção Cruise 2017
Tamanho do texto Aa Aa

A Dior apresentou, terça-feira, a sua coleção Cruise 2017, no Palácio de Blenheim, em Oxford.

Local de anteriores triunfos, em 1954, foi o próprio Christian Dior que apresentou a sua coleção sob o olhar atento da Princesa Margarida. Quatro anos depois, em 1958, durante a sua passagem pela casa Dior, era Yves Saint Laurent quem assinava o desfile no palácio onde nasceu Winston Churchill.

Cruise 2017 foi inspirada “não só nos guarda-roupas da alta sociedade do pós-guerra, mas também na efervescência e no espírito de aventura” que marcou esse período. “A necessidade de viajar e descobrir coisas novas”.

Questionados sobre como as pessoas nos anos 50 reagiriam a esta coleção, os diretores artísticos, Lucie Meier e Serge Ruffieux, respondem: “Provavelmente, algumas ficariam chocadas, outras sentir-se-iam entusiasmadas, prontas a usá-la, outras talvez não. Julgo que, de certa forma, foi uma nova interpretação do novo visual também para nós – com tops cintados e saias plissadas”.

De acordo com a equipa de estilistas, a nova coleção pretende ser o reflexo de uma longa interação cultural entre França e Inglaterra.

Algumas das peças fazem invocam a caça, praticada pela sociedade aristocrata inglesa, e o campo. Mas, revelam também a silhueta clássica característica da Dior.

Estampados florais, padrões ousados e bordados, em veludo e sedas, destacaram-se na passerelle.