Última hora

Medidas de Donald Trump ironizadas no palco de Davos

REUTERS
REUTERS
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Numa altura em que os Estados Unidos da América limitam barreiras no comércio, a India e o Canadá parecem partilhar a mesma vontade: cooperar entre nações.

Os primeiros-ministros dos dois países subiram a palco para partilharem a mesma vontade: Mais cooperação internacional. 

As mais recentes medidas do presidente norte-americano, de decidir aplicar taxas aos produtos importados de alguns países asiáticos, como a China ou a Tailândia, tornaram-se tema central na sessão. 

Enquanto os EUA impõe barreiras no comércio internacional, no país vizinho Canadá fecha-se um acordo comercial transpacífico entre dez países, e nenhum deles é liderado por Trump.

Justin Trudeau subiu a palco e não deixou de comentar, com alguma ironia e com risos entre o discurso, o facto do presidente norte-americano não ter aderido ao acordo.

"Estamos a trabalhar muito para garantir que nosso vizinho do sul reconheça o quão bom é o NAFTA e quanto beneficiou não apenas a nossa economia, mas a economia dele."

Findo o dia dedicado ao Comérico, Davos prepara agora o palco para os discursos mais aguardados do Fórum Económico Mundial, o discurso de Angela Merkel e o discurso de Emmanuel Macron.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.