A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

"Estado da União": Trump pôs NATO em polvorosa

"Estado da União": Trump pôs NATO em polvorosa
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Na cimeira da NATO, em Bruxelas, os chefes de Estado e de governo reafirmaram o seu compromisso com a Aliança Atlântica, apesar do presidente dos EUA, Donald Trump, ter ameaçado “fazer o caminho sozinho” se os membros não aumentarem imediatamente os seus compromissos com gastos em defesa.

Donald Trump começou as suas críticas mordazes num pequeno-almoço de trabalho com o secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, na quarta-feira, acusando a Alemanha e a chanceler Angela Merkel de estarem “totalmente sob control da Rússia” por causa das importações de gás russo.

Depois da reprimenda de Angela Merkel na cimeira da NATO, Trump não se furtou a criticar publicamente a sua anfitriã na Grã-Bretanha, a primeira-ministra Theresa May.

O presidente disse que May está a fazer um péssimo trabalho com o Brexit e que os EUA podem não estar dispostos a negociar um novo acordo comercial com Londres.

Destaques na agenda da semana que vem:

- 16 de julho: Cimeira UE/China, em Pequim. – 16 de julho: Reunião Donald Trump com Valdimir Putin, em Helsínquia. – 17 de julho: Cineira UE/Japão, em Tóquio – 18 de julho: Visita do presidente do Parlamento Eurpeu, Antonio Tajani, ao Níger.