Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Juan Diego Flórez cruza música clássica e temas sul-americanos

Juan Diego Flórez cruza música clássica e temas sul-americanos
Tamanho do texto Aa Aa

A estrela internacional da ópera Juan Diego Flórez encantou o público de Buenos Aires com um repertório original que mistura árias célebres e canções tradicionais sul-americanas.Juan Diego Flórez

O tenor peruano subiu ao palco do Teatro Colón, na capital argentina, no final de setembro, onde recordou as canções da sua infância.

"É fantástico estar de volta à América Latina e regressar à minha terra no sentido lato. A nossa música vem do fundo do coração", contou o tenor.

A cantora e compositora peruana Chabuca Granda foi uma das intérpretes que influenciou o seu percurso artístico.

A influência de Chabuca Granda

"Chabuca Granda não canta os seus próprios amores. Canta as montanhas do Peru e canta o amor de outras pessoas. Na canção "José Antonio" fala de um cavalo e de um cavaleiro. É como ler uma pequena história", disse Juan Diego Flórez.

O cantor peruano voltou a pegar na guitarra com o nascimento do primeiro filho.

"Foi como um regresso à minha juventude e à música dessa época. De forma repentina, lembrei-me das letras dessas canções", recordou a estrela peruana.

No palco do teatro Colon, o tenor Peruano prestou homenagem a Carlos Gardel.

""Volver" é um tango de Carlos Gardel. A música de Gardel é de uma beleza incrível. As melodias são feitas para um tenor, para esse tipo de canto. É muito nostálgico, muito triste e emocional regressar à nossa terra. É um dos melhores tangos de sempre. No tango tem de haver sofrimento e paixão, o tango tem de ser 'desgarrador', não sei como traduzir essa palavra. Tem de haver paixão extrema", frisou Juan Diego Flórez.

Para o cantor peruano, a música é uma questão emocional e física.

"As pessoas ficam com arrepios quando um cantor canta certas árias numa ópera. As pessoas choram imediatamente. É a combinação entre uma grande música, uma excelente letra e um grande intérprete que sabe como dar tudo isso ao público"

Cortesia Hotel Panamericano