Última hora

Última hora

Exercícios militares como no tempo da Guerra Fria

Em leitura:

Exercícios militares como no tempo da Guerra Fria

Exercícios militares como no tempo da Guerra Fria
Tamanho do texto Aa Aa

A NATO está a realizar enormes exercícios militares na Noruega. Pela primeira vez desde a Guerra Fria, um porta-aviões dos EUA navega acima do Círculo Polar Ártico. Em conjunto com Trident Juncture, o USS Harry S. Truman, está a liderar a linha de ataque dos EUA.

Uma prova do envolvimento na Aliança, confirmada pelo general Curtis Scaparrotti, comandante aliado da NATOO na Europa.

"Basta olhar o que os Estados Unidos estão a fazer. Este grupo, que é um grupo de ataque, faz parte do exercício. Mas mesmo nos últimos dois anos, aumentámos o número de efetivos que temos na Europa. Acabámos de anunciar outro aumento de mais 1500. O dinheiro, a que chamamos a iniciativa de defesa europeia, é um investimento aqui na Europa para garantir que temos tropas prontas, que trabalham com os aliados da NATO para a defesa da Euro-Atlântica".

Um analista militar russo, Alexander Goltz, diz que Moscovo observa estas manobras da NATO com alguma surpresa e grande preocupação.

"Penso que as autoridades russas não contaram com esta resposta da NATO quando tramaram todas as ações na Crimeia e na Ucrânia. A NATO realiza exercícios militares em larga escala, do tipo da antiga Guerra Fria, a apenas 700 quilómetros do território russo. Aqui vemos, pela primeira vez, brigadas bem preparadas, não apenas grupos táticos ou batalhões, mas brigadas, das enviadas para as operações militares. É muito sério!

No entanto, as tropas da NATO estão ainda a adaptar-se a operações em zonas de condições climáticas adversas, como ilustra o cabo Littlewood, do exército britânico.

Recebemos luvas melhores, um melhor kit à prova de água, calçados. Ainda não é 100% mas acho que quanto mais viermos para países frios como este mais nos adaptaremos. Quando fomos para lugares como o Iraque e o Afeganistão, tivémos combates no deserto. Isto que estamos a usar agora é para ambos os climas. Na verdade, pode ser usado no deserto, num país como este ou em qualquer lugar do mundo".