Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Brexit leva mais empresas a deixar o Reino Unido

Brexit leva mais empresas a deixar o Reino Unido
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Brexit está a ter um impacto maior que o esperado na economia britânica. Um grande número de empresas está a deixar o Reino Unido, um êxodo que não se limita aos grandes grupos, mas atinge também empresas mais pequenas. Segundo um estudo que o Instituto dos Diretores publicou agora, com base num inquérito feito a 1200 membros, 16 por cento das empresas, sobretudo grandes empresas, já deixaram, estão em vias de deixar ou têm marcada uma data para deixarem o território britânico para se fixarem na Europa Continental. Outros 13% não têm planos específicos, mas estão a considerar essa hipótese. Há ainda 6% que vão mudar, mas não por culpa do Brexit. A maior parte, 62%, não tem, para já, planos de mudança.

Entre as empresas estrangeiras que mudaram a sede europeia da Grã-Bretanha para o Continente estão as japonesas Sony e Panasonic.

Carolyn Fairbairn, presidente da Confederação da Indústria Britânica, principal organização patronal do Reino Unido, juntou-se às vozes que lançam o alarme e diz que as empresas estão a acelerar os planos para enfrentar um Brexit sem acordo.