A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Antigo presidente da Volkswagen enfrenta até 10 anos de prisão

Antigo presidente da Volkswagen enfrenta até 10 anos de prisão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades alemãs vão mesmo avançar contra o antigo homem-forte da Volkswagen. A procuradoria da cidade de Braunschweig acusou formalmente o ex-presidente executivo do grupo de fraude agravada, abuso de confiança e violação das leis contra a concorrência desleal.

Segundo os autos deste capítulo do chamado dieselgate, Martin Winterkorn terá aprovado o mecanismo que permitia falsear os resultados dos testes de emissões de poluentes. Estavam em causa 11 milhões de veículos.

REUTERS/Fabian Bimmer/File Photo

Há 4 outros altos responsáveis do grupo também indiciados, mas a sua identidade ainda não foi revelada. Calcula-se que todo este escândalo tenha feito perder à Volkswagen quase 30 mil milhões de euros. Winterkorn enfrenta até 10 anos de prisão.