Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Crescimento da economia alemã revisto em baixa

Crescimento da economia alemã revisto em baixa
Tamanho do texto Aa Aa

A Alemanha voltou a rever em baixa as previsões de crescimento para 2019, um sinal de alarme para o governo de Angela Merkel. A chanceler apela aos parceiros económicos para deixarem de se repousar nos resultados dos anos dourados da última década.

O ministro da economia, Peter Altmaier, desdramatiza embora reconheça que é preciso estimular o crescimento: "Esperamos um crescimento económico lento, mas sólido. Estamos convencidos de que esse crescimento continuará este ano, mas não é suficiente para refletir as necessidades de uma economia moderna e eficiente. Devemos, portanto, falar sobre a forma como podemos estimular e reforçar esse crescimento, para além do nível normal ".

A economia alemão foi afetada pela seca de 2018 que atingiu o se tor estratégico da química, e pelas novas normas europeias anti-poluição que recairam sobre o setor automóvel.