Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

As vantagens dos clusters europeus para as PME

As vantagens dos clusters europeus para as PME
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O cluster de nanotecnologias Nanoprogress, em Liberec, na República Checa reúne uma série de empresas da área das nanotecnologias.

Várias companhias checas desenvolvem produtos com nanofibras, materiais que podem ser oitenta mil vezes mais pequenos que um cabelo humano.

A euronews visitou uma empresa checa, a Nanopharma, que concebeu um produto cosmético inovador.

"As nanofibras nesta máscara são especiais porque são capazes de aumentar os ingredientes ativos, numa percentagem superior à de outros materiais. É uma máscara seca, muito eficaz, que não irrita as peles sensíveis. É fácil de aplicar e é 100% biodegradável", explicou à euronews Kateřina Vodseďálková, presidente da empresa.

Cluster melhora resultados das empresas

O cluster checo tem como objetivo aumentar a inovação, a colaboração entre empresas e a criação de emprego.

"Apoiamos toda a cadeia de valor das nossas PME. Refiro-me à internacionalização, à inovação e ao desenvolvimento de produtos e processos. Em conjunto com parceiros europeus, criámos um estrutura legal e estamos a ajudar empresas a venderem na China, nos Estados Unidos e no Canadá", explicou Luboš Komárek, presidente do cluster checo.

"Apoiámos mais de quarenta empresas. Ajudámo-las a desenvolver mais de vinte produtos. Nessas empresas, o emprego e a competitividade aumentaram entre 5 a 10 por cento, em relação à média", acrescentou o responsável.

O cluster checo é apoiado pelos programas Cosme e Horizon 2020, duas iniciativas da Comissão Europeia que visam aumentar a inovação, a competitividade e o acesso ao crédito das Pequenas e Médias Empresas.

PME: as vantagens de pertencer a um cluster

A euronews entrevistou o presidente do cluster checo, Luboš Komárek, para saber quais são as vantagens para os membros do grupo.

euronews: Que atividades e serviços oferecem às empresas do cluster?

Luboš Komárek: "A principal atividade do nosso cluster é o apoio à investigação e desenvolvimento. Estamos a fazer projetos de investigação em conjunto com os nossos membros e assumimos a carga administrativa dos projetos. Basicamente, gerimos todos os projetos e os membros podem assim fazer a parte deles. As empresas trabalhar no desenvolvimento dos seus produtos e os investigadores podem fazer as suas pesquisas.

Outra atividade é a criação de centros de inovação. Nestes centros, temos novas tecnologias para a produção de nanofibras e equipamentos para análises. Os centros permitem aos nossos membros desenvolverem as suas pesquisas e os seus projetos. Por outro lado, usamos a nossa organização e os nossos parceiros internacionais para apoiar a internacionalização dos nossos membros".

Luboš Komárek, presidente do cluster Nanoprogress

euronews: Como é que ajudam as empresas do cluster ao nível da internacionalização?

Luboš Komárek: "Usamos a nossa rede de parcerias com outros clusters na Europa. Além disso, temos o apoio da Comissão Europeia. Atualmente, estamos a preparar três missões para três mercados, Canadá, EUA e China. No âmbito destas missões, procuramos os melhores parceiros nesses mercados para os nossos membros e levaremos 18 empresas para cada mercado. O nosso objetivo é criar uma colaboração aberta no Canadá, nos EUA e na China e levar produtos e serviços europeus para esses mercados".

euronews: Que tipo de apoio recebeu da UE?

Luboš Komárek: "Estamos a utilizar muitos fundos europeus. Por exemplo, recorremos ao Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (https://ec.europa.eu/regional_policy/en/funding/erdf/) para apoiar a investigação, o desenvolvimento ea criação dos centros. Recorremos ao programa COSME (https://ec.europa.eu/growth/smes/cosme_en) e ao programa Horizonte 2020 (https://ec.europa.eu/programmes/horizon2020/) para apoiar a inovação das PME. Basicamente, com este apoio, as PME conseguem meios financeiros para desenvolver novos produtos e para criarem novas tecnologias. É algo muito importante. Graças à Comissão Europeia, temos a oportunidade de fornecer valor acrescentado aos nossos membros, porque sem estes programas e sem este apoio, nada disto seria possível"

euronews: Onde é possível encontrar informações para as PME interessadas em fazer parte de um cluster?

Luboš Komárek: "Na Europa, há mais de mil clusters muito ativos, em muitas áreas industriais, não apenas na área da nanotecnologia, mas também no domínio das tecnologias da Informação e do mobiliário. A maneira mais fácil de obter informações sobre estes clusters é consultar o portal dedicado aos clusters (https://www.clustercollaboration.eu/), que é a plataforma mais importante ao nível da UE. No site, pode encontrar clusters específicos num sector específico, num país específico. Pode verificar os perfis dos clusters, contactar os gerentes que poderão ajudá-lo a integrar um cluster e a usar todas as possibilidades oferecidas por este ecossistema".

A plataforma europeia dedicada aos clusters

Os clusters reúnem empresas especializadas, PMEs e outros atores do mundo dos negócios que trabalham em conjunto num local específico.

  • A nanotecnologia é uma das seis tecnologias KET (Key Enabling Technologies) com grande potencial para lidar com os desafios atuais, incluindo o fornecimento de energia e os cuidados de saúde.

  • A UE apoia o investimento na área das KET e ajuda os empresários a acederem às infraestruturas tecnológicas das KET.

  • O Portal de Clusters da UE fornece ferramentas e informações sobre as principais iniciativas nesta área, ações e eventos europeus para clusters e para as PME, para criar clusters de grande mundial em toda a UE.

  • O European Cluster Observatory fornece informações, ferramentas de mapeamento e análise.

Ligações Úteis

O apoio da UE aos clusters

Plataforma Europeia de Colaboração em Clusters