A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Estatísticas de desigualdade de rendimentos no bloco europeu em 2017

Estatísticas de desigualdade de rendimentos no bloco europeu em 2017
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Quando falamos da União Europeia, em todos os 28 estados, os 20% mais ricos da população, com a rendimentos líquidos nacionais mais altos, representaram pelo menos um terço dos rendimentos totais. Em contraste, os 20% mais pobres da população com os rendimentos mais baixos, juntos, representaram menos de 1/10 de todo o rendimento em 2017.

Estas estatísticas de desigualdade de rendimentos são de 2017, também os dados mais recentes disponíveis, altura em que o crescimento económico na Europa atingiu o auge.

Em 2017, a economia da União Europeia cresceu 2,4%, o valor mais alto em dez anos. Desde o pico, o crescimento foi mais moderado: em 2018, o PIB cresceu 1,9%.

Este ano, a economia da UE deverá desacelerar para um crescimento de 1,4%, que deverá aumentar para 1,6% em 2020. Recentemente, o crescimento na Europa tem sido bastante moderado.

A Comissão Europeia propôs um orçamento do bloco de 168,3 mil milhões de euros para 2020. Concentrando-se num crescimento inteligente e inclusivo, 21% do orçamento global proposto está destinado a combater as alterações climáticas.