A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Diretor-executivo da Nissan admite compensação indevida

Diretor-executivo da Nissan admite compensação indevida
Direitos de autor
REUTERS/Issei Kato/Arquivo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O diretor-executivo da Nissan admitiu ter recebido uma remuneração superior à que lhe era devida, em violação das regras internas da construtora automóvel.

A confissão, seguida de um pedido de perdão, foi feita na sequência de uma investigação interna sobre compensações indevidas, que terão beneficiado Hiroto Saikawa e outros executivos da Nissan.

Saikawa afirmou que se "tornou claro que há um problema na execução do esquema de direitos", acrescentando que "o pagamento deve ser devolvido" e que ele "concordou em fazê-lo".

A revelação fragiliza a posição do diretor-executivo do segundo fabricante automóvel do Japão, encarregue de fortalecer e melhorar a governação da Nissan depois do escândalo que levou ao afastamento e detenção do anterior presidente, o brasileiro Carlos Ghosn, no ano passado.

Ghosn encontra-se atualmente em liberdade condicional, à espera de responder em tribunal por fraude fiscal e outras acusações.