Última hora

"Breves de Bruxelas": Etiópia, Andrej Babiš e marca de vinagre

"Breves de Bruxelas": Etiópia, Andrej Babiš e marca de vinagre
Tamanho do texto Aa Aa

Migração, alterações climáticas, segurança e economia são prioridades na relação da União Europeia com África, que a nova Comissão Eropeia considera crucial.

A primeira viagem oficial da presidente, Ursula von der Leyen, fora da União Europeia será à Etiópia, cuja capital Addis Abeba, tem a sede da União Africana.

A próxima cimeira entre os dois blocos regionais deverá decorrer em Bruxelas, possivelmente durante a presidência alemã da União Europeia, no segundo semestre de 2020.

Nas notícias breves destacamos:

  • Uma auditoria da Comissão Europeia concluiu que o primeiro-ministro da República Checa, Andrej Babiš, está numa situação de conflito de interesses devido ao seu antigo império comercial. Babiš recusa demitir-se, bem como devolver verbas da União Europeia usada pelo grupo Agrofert, de que é proprietário e cuja gestão entregou, em 2017, a fundos fiduciários.
  • O Tribunal de Justiça da União Europeia não deu razão aos produtores de vinagre italiano da região de Modena que queriam usar em exclusivo a palavra "balsâmico". A queixa foi feita contra empresas alemãs, mas o tribunal considerou que a única proteção tem a ver com a região demarcada e os concorrentes alemães não usaram a palavra Modena.
A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.