Última hora
This content is not available in your region

Berlinale: Começou a "caça" ao Urso de Ouro

euronews_icons_loading
Berlinale: Começou a "caça" ao Urso de Ouro
Tamanho do texto Aa Aa

Durante 10 dias, Berlim vai viver ao ritmo da sua Berlinale, um dos maiores festivais de cinema, que só tem paralelo com os de Veneza e Cannes.

A Berlinale, que conta 70 anos, é um evento bastante popular, onde o público pode comprar bilhetes para os filmes da seleção, que este ano são 18 e são aguardados com grande expectativa.

Há três estreias mundiais, entre elas este "Berlin Alexander Platz", um filme dirigido pelo germano-afegão, Burhan Qurbani, que, 40 anos depois de Fassbinder, revisita o romance de culto de Alfred Döblin, escrito em 1929. Uma adaptação contemporânea que fala das classes baixas da sociedade, da miséria nos bairros pobres de de Berlim.

As outras estreias são: "Sibéria" um experimental de Abel Ferrara, com Willem Dafoe e Dounia Sichov e "The Roads Not Taken", um drama de pai e filha dirigido por Sally Potter, com a participação de Javier Bardem, Elle Fanning, Salma Hayek e Laura Linney;

Em competição há filmes de várias realizadoras. A entrega dos prémios vai decorrer a 29 de fevereiro.

A Berlinale é também o palco para a estreia mundial do novo filme de animação da Disney/Pixar "Onward".

O festival, que decorre de 20 de fevereiro a 1 de março, tem um calendário mais curto do que nos anos anteriores. Parece que a nova liderança do diretor artístico Carlo Chatrian e da diretora executiva Mariette Rissenbeek está a mudar a fórmula dos extensos festivais, orquestrados pelo predecessor Dieter Kosslick, que dirigiu o evento durante 18 anos.