Última hora
This content is not available in your region

Casar em tempo de pandemia

euronews_icons_loading
Casar em tempo de pandemia
Direitos de autor  Cleared
Tamanho do texto Aa Aa

É o dia mais feliz na vida de muitos casais mas nos dias que correm, não pode ser partilhado como gostariam. A presença de convidados nos casamentos já começa a ser permitida mas ainda é limitada. A pandemia de covid-19 trocou as voltas a muita gente, como Yolande e Timothy, que tinham planeado mudar-se para o Canadá em junho e casar-se em outubro, mas decidiram antecipar o casamento porque não poderiam ter toda a gente a viajar para a ocasião.

O casamento foi celebrado na cidade belga de Sint-Katelijne-Waver, que permite já a presença de 25 convidados desde que as medidas para a prevenção do contágio sejam respeitadas.

Para o autarca local há quatro situações a evitar: espaços fechados, multidões, proximidade física e o contacto com certas superfícies. Realizando a cerimónia ao ar livre, evitam uma boa parte dos problemas.

O matrimónio é possível, o copo de água nem por isso. Nada que preocupe os recém-casados, que têm intenção de festejar a preceito mais tarde, quando regressarem do Canadá.

A suavização das medidas de restrição e o regresso do calor levaram a um aumento no número de casamentos e só nesta pequena localidade belga, no próximo fim de semana há três matrimónios agendados.

A luta contra o coronavírus continua mas casamentos como este são a prova que, de certa forma, a situação está a regressar ao normal.