This content is not available in your region

Projeto europeu aposta em painéis solares nas estradas para produzir energia

De  Aurora Velez  & euronews
euronews_icons_loading
Projeto europeu aposta em painéis solares nas estradas para produzir energia
Direitos de autor  euronews

Nos Países Baixos, uma barreira de som que permite reduzir o ruído está a ser usada para produzir energia para mais de sessenta casas graças a painéis solares.

Trata-se de um projeto piloto que inspirou outra iniciativa: o projeto europeu Rolling Solar que visa equipar as infraestruturas rodoviárias com sistemas de produção de energia fotovoltaica. O objetivo é reduzir o preço da energia solar e testar tecnologias novas. Por exemplo, numa parede solar estão a ser testadas três tipos de células fotovoltaicas.

“Estamos a testar novos painéis. O nosso principal objetivo é reduzir custos. Achamos que é uma solução muito útil para a transição energética, porque fazemos um uso duplo da terra e do espaço. As barreiras acústicas são estruturas que já existentes e que podem ter outra função", disse à euronews Stinj verkuilen, gestor de inovação.

O apoio da política de coesão da UE

O custo total do projeto é de cerca de 6 milhões de euros (€ 5.721.741,75). Cerca de 2,8 milhões de euros provêm da Política de Coesão Europeia. Participam na iniciativa cerca de 20 parceiros industriais e laboratórios de três países.Um dos objetivos do projeto é desenvolver uma colaboração transfronteiriça sustentável ao nível da partilha de conhecimento entre as empresas e os investigadores. Num laboratório de Eindhoven estão a ser desenvolvidas células fotovoltaicas de silício-cádmio extremamente finas e flexíveis. O objetivo é passar de uma produção à medida para uma produção em massa.

Da fase projeto à produção em larga escala

“É o que chamamos de laboratório de integração. Pré-desenvolvemos o produto final num formato e com equipamentos mais pequenos. Testamos o produto para ver se é resistente aos vários tipos de influências ambientais, como a humidade, e aos vários tipos de gases que existem na atmosfera. Queremos saber quanto tempo vai durar o produto par poder produzi-lo numa escala maior”, disse à euronews Peter Toonssen, líder do projeto europeu Rolling Solar.

Em Genk, na Bélgica, há outro projeto em torno de um barreira de som fotovoltaica. Três módulos com diferentes células solares estão ligados à rede. A temperatura e a deformação mecânica são medidas regularmente.

“Ainda há alguns obstáculos. Quem é o dono da energia que produzimos? Se colocar painéis perto da beira da estrada, quem fará a manutenção se houver um acidente? Esses aspectos também são abordados nos projetos. Além disso, vamos aprofundar a questão do custo e eliminar os aspectos jurídicos para nos concentrarmos nos modelos económicos e de negócios", sublinhou Michael Daenen, professor da Hasselt University.