This content is not available in your region

Grand Slam de Judo de Tbilisi: domínio da Geórgia

Access to the comments Comentários
De  Euronews
euronews_icons_loading
Cerimónia de apresentação de medalhas, Tbilisi, Geórgia
Cerimónia de apresentação de medalhas, Tbilisi, Geórgia   -   Direitos de autor  Jae C. Hong/Copyright 2021 The Associated Press. All rights reserved

Teve início esta sexta-feira o Grand Slam de Judo de Tbilisi, frente a uma multidão de adeptos incondicionais do desporto.

Em -48kg, a francesa Melanie Legoux Clement, treinada pela campeã olímpica Lucie Decosse, conquistou a sua primeira medalha de ouro num Grand Slam. A judoca espanhola Laura Martinez Abelenda venceu a de prata.

A judoca foi premiada pelo Diretor de Educação e Treinos da Federação Internacional de Judo (FIJ), Mohammed Meridja.

Em -60kg, o favorito a competir em casa, Temur Nozadze, fez as delícias do público com uma exibição irrepreensível ao longo do dia.

Na final, o judoca lutou frente ao promissor compatriota Giorgi Sardalashvili. O combate revelou-se épico e ficou decidido já no prolongamento com este arremesso maciço. Ambos deram tudo mas a determinação de Temur Nozadze valeu-lhe o título.

O atleta foi condecorado pelo Chefe do Serviço de Proteção Especial da Geórgia, Anzor Chubinidze.

É sempre difícil quando há um combate entre dois judocas georgianos, especialmente quando é a final, por isso foi uma luta tensa e difícil para mim. Mas consegui usar toda a minha energia e ganhar a medalha de ouro.
Temur Nozadze

Na final dos -52kg, a campeã olímpica em -48kgs, Distria Krasniqi, do Kosovo, prevaleceu por ippon sobre a húngara Reka Pupp com um forte o-soto, rematado já no tapete.

O Diretor Desportivo da FIJ, Skander Hachicha, apresentou as medalhas da categoria.

Tenho respeito por todos os judocas e tento ajudar quem precisa. Por coincidência, fiz os exercícios de aquecimento com a Reka Pupp. Desejei-lhe boa sorte, e ela a mim. Hoje fui eu quem teve sorte, e estou muito feliz.
Distria Krasniqi

Em -66kg, o moldavo Denis Vieru conquistou a sua quinta medalha de ouro num Grand Slam frente ao georgiano Giorgi Tutashvili.

O presidente da Federação de Judo da Geórgia, Giorgi Atabegashvili, apresentou as medalhas.

Em estreia no circuito mundial de judo, a sul-coreana Mimi Huh, a competir em -57kg, conquistou a sua primeira medalha de ouro. A alemã Pauline Starke venceu a de prata.

As judocas receberam as medalhas das mãos do diretor de Arbitragem da FIJ, Ki-Young Jeon.

O favorito Vazha Margvelashvili marcou o ippon do dia no combate pela medalha de bronze, com um golpe clássico do judo georgiano que levou o público ao rubro.

A prova termina no domingo.