EventsEventosPodcasts
Loader
Find Us
PUBLICIDADE

Beluga que está no rio Sena vai receber vitaminas

Beluga encontrada no rio Sena, em França
Beluga encontrada no rio Sena, em França Direitos de autor SDIS27 via AP
Direitos de autor SDIS27 via AP
De  Euronews
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

A baleia beluga encontrada no rio Sena vai receber vitaminas para retomar o apetite. O cetáceo não se alimenta e a sua condição física é preocupante

PUBLICIDADE

A beluga que se encontra no rio Sena, a cerca de 70 quilómetros de Paris, vai receber vitaminas para retomar o apetite.

O cetáceo, de quatro metros, não se tem alimentado.

As autoridades ainda não decidiram se vão abrir as comportas para o deixar seguir para o mar, numa distância de 160 km, ou mantê-lo onde está até ganhar forças. A condição física do animal é preocupante.

Quando questionados sobre a possibilidade de a extrair do tanque, os responsáveis responderam que esta não era a opção preferida porque os especialistas não estavam certos "de que a beluga fosse suficientemente forte para resistir a tal manipulação".

Qualquer decisão será tomada "no interesse do animal" e "ainda não foi tomada nenhuma decisão" enquanto se aguardam as análises, disse o secretário-geral da prefeitura.

Outro elemento é que apareceram "pequenas manchas" que podem ser naturais devido à água doce mas que também podem significar "outras dificuldades", de acordo com a mesma fonte.

A beluga, que no sábado estava "muito calma" e a ir e vir na bacia "calmamente", foi avistada a 2 de agosto no Sena.

Segundo o observatório Pelagis, especializado em mamíferos marinhos, esta é a segunda beluga conhecida em França depois de um pescador no estuário do Loire ter pescado uma nas suas redes em 1948. A beluga é uma espécie protegida de cetáceo que vive normalmente em águas frias.

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Francês detido no Irão por participar em protestos após a morte de Mahsa Amini foi libertado

Centenas assistem a recriação de desembarque do Dia D

Milhares de túmulos iluminados não deixam apagar a memória do Dia D