EventsEventosPodcasts
Loader
Encontra-nos
PUBLICIDADE

Banco do Japão introduz alterações na política monetária

Banco do Japão introduz alterações na política monetária
Direitos de autor 
De  Euronews com reuters, bloomberg, efe, económico, expresso
Publicado a
Partilhe esta notíciaComentários
Partilhe esta notíciaClose Button
Copiar/colar o link embed do vídeo:Copy to clipboardCopied

O Banco do Japão (BoJ) anunciou, esta quarta-feira, alterações à política monetária com o objetivo de controlar a curva de juros das obrigações soberanas.

PUBLICIDADE

O Banco do Japão (BoJ) anunciou, esta quarta-feira, alterações à política monetária com o objetivo de controlar a curva de juros das obrigações soberanas.

Tóquio decidiu alterar a composição do programa de compra de ativos, que passa a ser gerido de uma forma mais flexível e quer que a taxa de juro das obrigações a 10 anos fique próxima de 0%.

O governador do BoJ, Haruhiko Kuroda, explicou que “o novo quadro, que se centra em torno de um controlo da curva de yields, será mais flexível em relação aos preços e condições financeiras do que os métodos originais de controlo do crescimento da base monetária e das obrigações soberanas em circulação”.

QuickTake Q&A: What’s a yield curve and why is the Bank of Japan targeting It? https://t.co/i0VH7aIa49pic.twitter.com/YnJeDgpsk0

— Bloomberg (@business) September 21, 2016

A decisão foi aprovada com 7 votos a favor e 2 contra.

O banco central nipónico decidiu também manter a taxa de juro de referência em -0.1% e assumiu o compromisso de continuar a expandir a base monetária até que o índice de preços no consumidor supere a meta de 2% de inflação de uma forma estável.

Os mercados reagiram positivamente aos anúncios do BoJ.

The way the world thinks about easy monetary policy is changing https://t.co/zFcWMO5Urqpic.twitter.com/iiu5A85J25

— Bloomberg (@business) September 21, 2016

Partilhe esta notíciaComentários

Notícias relacionadas

Procurar apartamento para comprar: em que sítio da Europa será mais caro?

BCE mantém as taxas de juro inalteradas, uma vez que o controlo da inflação continua a ser fundamental

O sentimento económico da Alemanha desce mais do que o esperado: A recuperação está em risco?