Última hora

Bomba atómica: uma questão no Irão

Bomba atómica: uma questão no Irão
Tamanho do texto Aa Aa

- O Irão abriu as portas à agência nuclear AIEA. Faz parte de um acordo com seis potências mundiais que visam prevenir que o país construa uma bomba atómica.

- Em troca, o Irão começa a recuperar milhões de dólares em bens congelados por sanções apoiadas pela ONU. Embora os embargos comerciais permaneçam para precipitar a chegada a um acordo final.

- Os críticos dizem que todas as ações são reversíveis, que o Irão pode secretamente desviar as instalações da construção da bomba para o subsolo, território imune a ataques aéreos.

- O novo presidente do Irão, Hassan Rouhani, fica com os créditos do acordo nuclear inicial. Mas, sendo Ayatollah Ali Khamenei ainda o líder supremo, estará o Irão apenas a tentar ganhar tempo? Tudo em The Network.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.