Última hora
This content is not available in your region

Ucrânia envia mais tropas para leste após 120 ataques nos últimos dias

Ucrânia envia mais tropas para leste após 120 ataques nos últimos dias
Tamanho do texto Aa Aa

A Ucrânia decidiu reforçar o contingente militar no leste do país, na sequência dos ataques atribuídos aos rebeldes nos últimos dias, que provocaram a morte de dois soldados e de pelo menos 12 civis na região.

O parlamento ucraniano aprovou, esta quinta-feira, o envio de mais tropas para a zona, incluindo a possibilidade de mobilizar veteranos, apesar de um cessar-fogo ainda em vigor.

“Este é o resultado dos ataques levados a cabo pelos rebeldes, em conjunto com as forças russas, que resultam numa verdadeira guerra em larga escala no continente”, afirmou o responsável da Comissão da Defesa Oleksandr Turchynov.

A decisão ocorre num momento em que o Casaquistão poderia acolher a próxima ronda de negociações entre Rússia e Ucrânia, no final do mês, segundo fontes diplomáticas.

A tensão encontra-se ao rubro na região de Donetsk quando as autoridades ucranianas afirmam que mais de 8 mil soldados russos foram mobilizados para a região.

Kiev denuncia mais de 120 ataques nos últimos dias, entre os quais o bombardeamento que provocou a morte de 12 passageiros de um autocarro, junto a um posto de controlo militar na terça-feira.