Última hora
This content is not available in your region

Prisioneiros de guerra ucranianos humilhados em Donetsk

Prisioneiros de guerra ucranianos humilhados em Donetsk
Tamanho do texto Aa Aa

Sob os insultos da população e algumas agressões, cerca de vinte soldados ucranianos feitos prisioneiros pelos separatistas, foram levados até ao local onde na manhã de quinta-feira um autocarro foi atingido durante um bombardeamento, tendo morrido 13 pessoas.

Segundo a agência France Press, durante cerca de 10 minutos os prisioneiros foram obrigados a ficarem de joelhos no passeio rodeados de habitantes de Donetsk que lhes arremessavam objetos, incluindo vidros, uma cena humilhante à qual o presidente da autoproclamada República Popular de Donetsk assistiu.

Kiev e os separatistas acusam-se mutuamente da responsabilidade da autoria do bombardeamento do autocarro que foi o ataque contra civis mais mortífero desde a assinatura do acordo de paz de Minsk, em setembro.