This content is not available in your region

Tragédia no Mediterrânio: Mogherini garante que "União Europeia não tem mais desculpas"

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Tragédia no Mediterrânio: Mogherini garante que "União Europeia não tem mais desculpas"

“A União Europeia já não tem mais desculpas e os Estados-membros devem chegar a acordo para uma verdadeira política migratória” para evitar mais tragédias no Mediterrâneo”. A garantia foi dada pela Alta Representante da União Europeia para os Negócios Estrangeiros, Federica Mogherini, à entrada para a reunião extraordinária dos chefes da diplomacia dos 28, que decorre esta segunda-feira no Luxemburgo.
Mogherini defende ainda que se trata de “um dever moral”, sendo a própria credibilidade da UE que está em jogo, pois o projeto europeu sempre se centrou “na proteção dos direitos humanos, da dignidade humana e na defesa da vida humana”. A italiana explica que “a principal dificuldade neste momento e face ao que se está a passar no Mediterrâneo, é a criação de um sentimento de responsabilidade europeu comum. Não há soluções fáceis, soluções mágicas. Mas há uma responsabilidade que temos de assumir juntos.”

O ministro italiano, Paolo Gentiloni, sublinhou que já “não é possível enfrentar esta emergência europeia apenas com os recursos e envolvimento italianos”.
Recorde-se que a costa de Itália tem sido a porta de entrada para milhares destes imigrantes que conseguem sobreviver à travessia. Mas a maioria quer depois seguir para o norte da Europa.

A ministra dos Negócios Estrangeiros sueca defende que “o programa Frontex deve ser desenvolvido, com o contributo da Suécia. Além disso, os Estados-membros devem partilhar responsabilidades na ajuda aos refugiados, de forma mais justa”.

A Comissão Europeia previa implementar a nova “Estratégia de Migração Europeia” até meados de maio mas as tragédias que têm ocorrido nos últimos dias, com centenas de mortos deve acelerar o processo.