Última hora

Tudo o que precisa saber sobre o "skimming"

Tudo o que precisa saber sobre o "skimming"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pergunta de Albina, de Genebra:

“O ‘skimming’ é uma das fraudes relacionadas com os cartões de crédito. Em que consiste precisamente e como nos podemos proteger?”

Resposta de Laurence Binther, da Europol:

“O ‘skimming’ consiste no roubo dos dados que constam na banda magnética de um cartão de crédito.

O falsificador utiliza aparelhos eletrónicos, criados para o efeito, que escondem nas caixas multibanco ou nas estações de serviço, por exemplo. O objetivo é capturar as informações da banda magnética, que é fácil de falsificar.

A partir de 2010, na sequência da implementação da tecnologia EMV, as transações bancárias dentro da União Europeia passaram a ser efetuadas através do chip.

O grande problema, para os bancos e consumidores europeus, é que assistimos a uma mutação da fraude, ou seja, agora os dados da banda magnética são utilizados nas regiões onde a tecnologia EMV ainda não foi aplicada, seja nos Estados Unidos, América Latina, Ásia ou África.

Os criminosos usam os dados bancários europeus para criar cartões falsos, clonados, com os quais levantam dinheiro ou efetuam compras fraudulentas, isto fora da União Europeia.

Enquanto a tecnologia EMV não for posta em prática a nível global, alguns bancos europeus optam pela solução do ‘geoblocking’. Dessa forma, restringe-se a utilização dos cartões e as transações fora da União Europeia têm de ser sujeitas à autorização expressa do titular do cartão.”

Se quiser deixar uma questão no Utalk, clique na ligação mais abaixo

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.