Última hora

Diretores da Air France violentados por trabalhadores em fúria

Diretores da Air France violentados por trabalhadores em fúria
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Alta tensão na Air France, esta segunda-feira. Um milhar de trabalhadores invadiu a sede, em Roissy, nos arredores de Paris, e interrompeu uma reunião do Comité da Empresa, um órgão onde se sentam os representantes dos trabalhadores e da administração. A direção da transportadora aérea francesa confirmou, durante a manhã, que o novo plano de reestruturação contempla o fim de 2900 postos de trabalho.

A revolta de alguns trabalhadores culminou, com o diretor dos recursos humanos, Xavier Broseta, a ser violentado… A administração da companhia anunciou que vai apresentar queixa.

O novo plano de reestruturação vai substituir um projeto de desenvolvimento, que foi chumbado pelos sindicatos. Entre 2012 e 2014 a companhia aérea francesa cortou 5500 postos de trabalho e traçou planos de produtividade para os trabalhadores. Mas os esforços foram insuficientes para a administração apesar de uma previsão de regresso a uma situação líquida positiva em 2015.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.